Analista de Informação em Saúde: quem é?

O Analista de Informação em Saúde é um profissional de informações de saúde cujas principais funções são analisar declarações clínicas e atribuir códigos padrão utilizando o sistema de categorização.

Os dados produzidos são parte integrante do gerenciamento da informação em saúde e são utilizados por governos locais e nacionais, organizações privadas de saúde e agências internacionais para diversos fins, incluindo pesquisa médica e de serviços de saúde, estudos epidemiológicos, alocação de recursos de saúde, gestão de casos, faturamento médico e educação pública.

Esse profissional desempenha uma função importante dentro do setor de saúde. 

À medida que os prestadores de serviços de saúde e operadoras buscam metodologias de análise de desempenho e pagamento como a metodologia DRG, esses profissionais são necessários para inserir informações com precisão.  Isso ajuda a fornecer um bom atendimento ao paciente e auxilia a garantir pagamento adequado por serviços médicos. Cabe a estes profissionais garantir que o registro de cada paciente seja preciso e a codificação de doenças e agravos à saúde e procedimentos adequados. Isso pode fazer uma grande diferença, já que erros nesse processo podem levar a problemas, como o pagamento inadequado.  

Atualmente, em todo o território nacional existem em torno de 500 profissionais exercendo essa ocupação, com grande expectativa de crescimento.

Os deveres desses profissionais incluem:

  • Realizar curso de aperfeiçoamento em codificação ministrado por instituição brasileira oficialmente reconhecida;

     

  • Gerenciar informações detalhadas e codificadas
  • Ler e analisar registros de pacientes, determinando os códigos corretos para doenças e agravos de saúde e procedimentos;

     

  • Manter a confidencialidade do paciente e a segurança da informação

As competências do Analista de Informação em Saúde

É fundamental que o Analista de Informação em Saúde desenvolva competências relacionadas aos seguintes domínios: Prontuário médico e diretrizes de documentação clínica; Terminologia médica, anatomia e fisiopatologia; Sistemas de codificação de saúde brasileiro; Conformidade; Casos clínicos de codificação.

Esse profissional desempenha uma função importante dentro do setor de saúde. 

Os cinco atributos de um bom Analista de Informação em Saúde

Conhecimento

Tecnologia

Pensamento Crítico

Detalhismo

Organização

Conheça os benefícios de ser um associado SBAIS

Reconhecimento profissional no mercado de trabalho

Descontos em cursos de aperfeiçoamento e especialização na Faculdade de Ciências Médicas MG

Biblioteca atualizada de artigos relevantes para a área de codificação em saúde

Acesso a informações sobre estágios no Brasil e em outros países

Espaço para compartilhamento de experiências e vivências entre os associados

Agenda de eventos com foco em análise de informação em saúde

Preencha o formulário para solicitar sua associação

Um bom Analista de Informação em Saúde deve manter-se atualizado nas orientações de codificação. Além disso, conhecer as tabelas de codificação e fisiopatologia é essencial.

Um bom Analista de Informação em Saúde deve entender a tecnologia e ter conhecimento sobre o sistema de codificação.

Um bom Analista de Informação em Saúde deve ser capaz de identificar os pontos chaves da documentação clínica para uma codificação adequada.

Um bom Analista de Informação em Saúde deve ter um olho afiado para os principais detalhes de uma documentação clínica.

Um bom Analista de Informação em Saúde deve ser organizado e ter estrutura gerenciável a seguir durante o dia para ter energia para analisar, raciocinar e codificar sem distrações desnecessárias.

Processing...
Thank you! Your subscription has been confirmed. You'll hear from us soon.
Cadastre-se para receber as novidades da SBAIS!
ErrorHere